Informe da Diretoria nº 01

Gestão 2019/2020

Balanço do 1º quadrimestre: janeiro a abril de 2019 

 

Caros Programas de Pós-graduação Associados à ANPOCS,

Iniciamos, com este primeiro informe, uma comunicação mais direta de nossa diretoria com vocês, que são nossos principais interlocutores.

Desde janeiro de 2019 à frente da ANPOCS, além de assumirmos a organização do Concurso Brasileiro ANPOCS de Obras Científicas e Teses Universitárias em Ciências Sociais, do 43º Encontro Anual e do andamento das publicações da RBCS e BIB, trabalhamos na recomposição de Comissões e Comitês e tomamos ciência da situação administrativo-financeira da Associação.

O Concurso Brasileiro ANPOCS de Obras Científicas e Teses Universitárias em Ciências Sociais se encontra em processo, e muitas obras já foram encaminhadas aos membros da comissão julgadora.

A publicação dos trabalhos premiados no 42º Encontro anual de 2018 está em andamento e demos sequência às atividades editoriais desenvolvidas pela última diretoria na edição da RBCS. Vamos continuar investindo na qualidade da Revista e tentar diminuir substancialmente o tempo de tramitação dos textos submetidos. Para o BIB, que passou por um processo de recuperação, almejamos sua inclusão no sistema Scielo até o final de 2020.

A organização do 43º Encontro nos tem demandado inúmeras negociações relativas ao local de sua realização e à atualização do edital, os quais, já temos clareza, deverão ser repensados para o 44º Encontro. Os espaços físicos disponíveis em Caxambu (apenas 35 salas em todos os lugares disponíveis do Hotel Glória, Centro de Convenções e outros locais) estão aquém do que necessitamos para acolher a demanda qualificada de Seminários Temáticos e Simpósios Pós-graduados. Além disso, os gastos envolvidos em sua locação e com o deslocamento e a hospedagem dos(as) participantes e da secretaria do encontro se mostram excessivamente onerosos para mantermos a reunião anual em Caxambu.

Consideramos também que o edital de submissão de propostas pode e deve ser aprimorado, especialmente em relação aos critérios para a submissão e seleção de propostas de atividades que permitam a permanência de grupos de trabalho consolidados na história da ANPOCS com a inclusão necessária de novas redes e temáticas, assim como maior ênfase na interdisciplinaridade entre as áreas de Antropologia, Sociologia e Ciência Política/Relações Internacionais. Quaisquer sugestões nessa direção são obviamente muito bem-vindas para a elaboração do edital da 44º Encontro Anual da ANPOCS de 2020. Aproveitando esse ponto, tornamos público o que já esclarecemos a quem não teve aprovadas propostas de Seminários Temáticos (STs) e de Simpósios Pós-Graduados (SPs).

Neste ano, recebemos 79 propostas de Seminários Temáticos (STs) e 67 de Simpósios Pós-graduados (SPGs), o que reiterou a tendência quanti e qualitativa de crescimento e diversificação temática das pesquisas em ciências sociais no Brasil. Infelizmente, por incapacidade física efetiva para acolher todas as que tinham plenas condições de integrar a programação do 43º Encontro, foram selecionadas 43 propostas de STs e 33 de SPGs (número maior do que em 2018), tarefa que exigiu do Comitê Acadêmico e da Diretoria uma complexa elaboração de critérios que permitissem hierarquizá-las em razão de aspectos como: inovação temática; articulação interdisciplinar no interior das Ciências Sociais; equilíbrio entre propostas disciplinares oriundas da Antropologia, Ciência Política, Sociologia e Relações Internacionais; e diversidade regional, institucional e geracional dos(as) proponentes. Seguindo as regras de alternância entre GTs (que se realizam no período de dois anos) e STs (que se realizam em um só ano), demos especial atenção ao ingresso de novas redes e temáticas de pesquisa.

Esperamos manter as redes e temas tradicionais e consolidados na ANPOCS na programação das Mesas Redondas e nas atividades da Diretoria. Mesmo sabendo que provavelmente teremos muito mais propostas do que as que poderemos aprovar devido às limitações de espaço físico, pedimos, todavia, que a comunidade de Ciências Sociais nos envie muitas propostas, pois será a partir dessa demanda que poderemos incorporar temas e redes tradicionais na ANPOCS e planejar os rumos das próximas reuniões anuais.

No que diz respeito à gestão cotidiana da Associação, já fizemos ajustes visando à economia de recursos e à melhoria da segurança do acervo digital e físico a fim de evitar a perda de informações importantes referentes à memória das Ciências Sociais brasileiras.

Por fim, diante da crise econômica e dos recentes ataques do governo federal às ciências sociais e às universidades públicas federais, a ANPOCS está articulada com a ABA, a ABCP e a SBS na rede Ciências Sociais Articuladas, bem como tem se posicionado, publicamente, em importantes canais midiáticos e participado ativamente de mobilizações e reuniões em defesa das ciências sociais e das universidades públicas brasileiras. Destacamos também os importantes apoios internacionais pela manutenção dos cursos de Ciências Sociais que não param de chegar à nossa presidência e que estamos divulgando em nosso site (http://anpocs.com/index.php/ciencias-sociais/eventos-e-cursos-2).

Apesar desses grandes desafios enfrentados e de tantos outros que se anunciam, seguimos animadas(os). E, mais do que nunca, necessitamos do apoio e do engajamento de todos os programas filiados e de cada um(a) dos(as) colegas, pois o momento exige união e firmeza em prol da garantia da qualidade de nossos programas de pós-graduação e do respeito às nossas áreas de pesquisa.

Por fim, disponibilizamos os seguintes novos endereços eletrônicos institucionais para mantermos uma comunicação mais ágil com a presidência e a secretaria executiva:

anpocs.presidencia@gmail.com; anpocs.secretariaexecutiva@gmail.com


Muito cordialmente,

Miriam Pillar Grossi – Presidente
Ana Lúcia Pastore Schritzmeyer – Secretária Executiva
Renato Sérgio de Lima – Secretário Adjunto
Bruno Wilheim Speck – Diretor de Publicações